Início SOCIEDADE DDR: 11 guerrilheiros da Junta Militar denunciam más condições e regressam a...

DDR: 11 guerrilheiros da Junta Militar denunciam más condições e regressam a RENAMO

COMPARTILHE

Onze dos ex-guerrilheiros da Renamo que faziam parte da auto-proclamada Junta Militar, liderada por Mariano Nhongo, acabam de aderir ao processo de Desarmamento, Desmobilização e Reintegração, em curso no país.

A informação foi dada pela secretário-geral da Renamo, André Magibire, durante a cerimónia de desmilitarização de duzentos e cinquenta guerrilheiros no distrito de Chibabava, em Sofala.

O processo de entrega de armas vai decorrer em duas semanas, de forma faseada.
“Recebemos alguns combatentes que tinham desertado para o lado da Junta Militar, isto é um bom sinal e nós como partido Renamo, sob orientação do Presidente Ossufo Momade, no espírito de reconciliação nacional de perdão, achamos que todos devem se beneficiar deste processo de DDR e voltarem para as suas casas”, disse.

O chefe da Comissão de assuntos militares no processo de DDR, Eugénio Mussa, apela aos desmobilizados a trabalharem em prol da pacificação do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here