Início POLITICA Sandura Ambrósio ilibado do crime de prática de conspiração contra a segurança...

Sandura Ambrósio ilibado do crime de prática de conspiração contra a segurança do Estado

COMPARTILHE

A sentença do julgamento de Sandura Ambrósio, detido desde Janeiro, indiciado da prática do crime de conspiração contra a segurança do Estado, foi lida esta terça-feira pelo Tribunal Judicial de Dondo, província de Sofala.

Neste processo, arrolados também, os co-réus Gabriel José Domingos, Aniva Fernando Joaquim, António Bauase, Eugénio Joaquim Domingos e Domingos Marime.

Sandura encontra-se detido desde Janeiro, indiciado da prática do crime de conspiração contra a segurança do Estado. No entanto, diante dos juízes, este negou todas as acusações, nomeadamente a ligação com a junta militar, assim como ligação com António Bauase, que igualmente é acusado de ter recrutado jovens para as fileiras daquele movimento militar.

Durante as audições, Sandura disse ao juiz que Bauase lhe telefonou nos primeiros dias de Janeiro, a partir de Marromeu, a solicitar apoio financeiro no valor de seis mil Meticais, para, alegadamente, transportar os seus bens para a cidade da Beira.

Nas declarações, disse que foi Bauase que lhe procurou na cela para pedir que ele dissesse que os jovens recrutados seriam para a sua empresa de segurança, facto que ele negou.

O Tribunal Judicial de Dondo em Sofala, condenou o antigo deputado da Renamo, Sandura Ambrósio, e mais quatro arguidos a 5 anos de prisão convertidos em multa.

Os cinco arguidos estavam a ser acusados pelo Ministério Público de conspiração contra a segurança do estado.

O juiz da causa deixou cair o argumento de crime conspiração alegado pelo Ministério Público por não estarem preenchidos os requisitos para tal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here